Teste: LG K51s aposta em câmeras e Google Assistente | TechBreak - Tudo sobre Tecnologia

Teste: LG K51s aposta em câmeras e Google Assistente

Mesmo com a pandemia e seus graves efeitos no varejo, os grandes fabricantes continuam com seu calendário de lançamentos de smartphones. No início deste mês foi a vez da LG renovar sua linha intermediária com três novos modelos: K41, K51s e K61. Testamos por aqui o “irmão do meio” K51s (R$ 1.499). Confira os detalhes do aparelho.

Design

Seguindo a tendência de smartphones mais compridos, o K51s vem com tela de 6,5  polegadas na proporção 20:9, mais alongada do que a 16:9 (widescreen) que até pouco tempo era padrão em smartphones intermediários. A parte frontal tem finas bordas e câmera de selfie em formato de “furo na tela” (conhecido como hole-in), no canto esquerdo. Apesar da tela grande, o aparelho não é dos mais pesadões e tem uma pegada confortável. O leitor de digitais fica na parte traseira, logo abaixo do conjunto de câmeras, em uma posição natural para o dedo indicador.

A distribuição dos botões é a mesma da linha anterior, com o liga/desliga do lado direito e os botões de volume e Google Assistente do lado esquerdo. A LG vem apostando no botão do Google Assistente como uma forma rápida de acionar o assistente de voz. Porém, para quem não usa essa ferramenta (meu caso), o botão não serve pra muita coisa. Seria interessante pelo menos ter alguma forma de usar o botão para ativar outro app, mas isso não é possível. Na parte inferior do aparelho ficam a entrada para fones de ouvido, a grelha de saída de áudio e o conector USB-C para carregamento da bateria.

Assim como outros aparelhos da LG, o K51s vem com certificado MIL-STD 810G, um padrão desenvolvido pelo Departamento de Defesa dos EUA para certificar a resistência de aparelhos. Aqui, devo dizer que não tentei quebrar nem jogar o aparelho no chão para comprovar a resistência. Mas, pelo menos em tese, a certificação é mais um fator que aumenta a resistência do smartphone contra quedas e outros tipos de dano.

Configuração e desempenho

Com 3 GB de RAM e 64 GB de armazenamento, o K51s tem uma configuração esperada para um intermediário de sua geração. Nos testes, rodamos games ‘pesados’, como Need for Speed, Alphalt 9 e outros jogos que exigem mais processamento. Todos rodaram tranquilamente, assim como os apps mais básicos. Nos dias em que usamos o aparelho, quase não houve engasgos entre uma ação e outra no smartphone.

Um dos pontos mais destacados pela LG é o conjunto de quatro câmeras de toda a nova linha K. No caso do K51s, as câmeras são: câmera principal de 32 MP, câmera grande angular de 5 MP, câmera modo macro de 5 MP e câmera auxiliar de modo retrato, de 2 MP. Esta última é usada basicamente para obter o efeito de fundo desfocado (bokeh), enquanto a câmera Macro é usada para tirar fotos com os objetos bem próximos da câmera, em distâncias por volta de 5 cm, ou seja, tem o uso bastante limitado.

No fim das contas, a câmera principal de 32 MP e a grande angular são as mais usadas. Nos testes feitos por aqui, a qualidade das fotos de modo geral foi muito boa com luz do dia. Atualmente, já chegamos ao momento que as câmeras de celulares intermediários não fazem mais vergonha e conseguem tirar fotos com boa qualidade para usuários com nível médio de exigência em relação à fotografia. Previsivelmente, o resultado das fotos em situação com baixa luz não foi dos melhores, mas ficou dentro do esperado para um smartphone intermediário.

A bateria do K51s tem 4.000 mAh de capacidade, valor que tem se tornado o padrão nos últimos anos. No nosso teste padrão de energia, ela durou 8h rodando vídeo do YouTube em tela cheia com brilho no máximo. É um valor dentro da média do teste. No teste do dia a dia, segurou tranquilamente um dia de uso, chegando a quase dois em algumas situações.

Software

A nova linha K sai de fábrica com o Android 9 (Pie), que não é a versão mais nova do sistema. No lançamento do aparelho, uma pergunta sobre o assunto foi feita para Fabricio Habib, gerente-geral da área de smartphones da LG no Brasil. Segundo Habib, a LG “está mais preocupada com o desempenho do que o com o número da versão”, já que para a maioria dos consumidores esse é um ponto que não faz muita diferença.

É um argumento que faz sentido. As diferenças entre a versão 9 e 10 não são significativas para quem quer apenas rodar apps básicos e tirar fotos bacanas no celular. E os usuários que realmente valorizam a questão da versão provavelmente vão migrar para aparelhos de outras marcas de qualquer forma.

De modo geral, a LG não fez modificações significativas no Android 9, o que é bom, e as diferenças são basicamente visuais. O aparelho também não vem entulhado com apps desnecessários ou duplicados. Além dos apps básicos do Google, apenas alguns de ajuda ao usuário e outros muito populares, como o Facebook.

Uma sacada interessante é o botão que permite tirar prints da tela. Ele pode ficar embaixo da tela, ao lado dos botões principais do Android, e já é apresentado para o usuário logo na configuração inicial do aparelho. Muita gente usa os prints para compartilhar comprovantes, memes e outros tipos de informação. Um atalho para essa função – em vez do método padrão de segurar os botões de volume e power – é um recurso simples, mas muito útil.

Conclusão

O “intermediário dos intermediários” da LG entrega o que se espera de um smartphone nessa faixa de preço. Bom desempenho em apps básicos e games, câmeras com boa qualidade de imagem para o dia a dia e bateria de duração também boa. Estes pontos, também, de modo geral estão também em intermediários de concorrentes. O maior diferencial do aparelho acaba sendo realmente o botão do Google Assistente, que realmente faz a diferença para quem usa muito o recurso.

Ficha técnica – LG K51s

Processador: MediaTek MT6765 Octa-Core de 2.3GHz
Memória: 3 GB de RAM / 64 GB de armazenamento + entrada para cartão de até 2 TB
Bateria: 4.000 mAh
Câmeras: principal de 32MP, grande angular de 5MP, Macro de 2 MP, modo retrato de 2 MP, selfie de 13 MP
Conexões: Wi-Fi single band 2,4 GHz, Bluetooth, NFC, conector USB-C
Sistema: Android 9.0 (Pie)
Preço: R$ 1.499

Veja também

+ Rolex de ouro bate recorde e é vendido por R$ 8 milhões

+ Samsung lança TV 8K de 292 polegadas, a maior TV do mundo

+ Cientistas localizam o centro do Sistema Solar — e advinhem, não é o Sol

+ Carol Nakamura compartilha projeto de sua mansão de R$ 2 milhões; veja

+ Maria Zilda relembra quando soube que Ary Fontoura era gay

+ Uma Harley-Davidson com 360 diamantes e peças banhados a ouro, a moto mais cara do mundo

+ Veja momento em que bola de fogo explode no céu de Tóquio

+ Dicas fáceis de como limpar panela queimada

+ Saiba mais sobre a vacina BCG, uma das mais importantes da infância

+ 4 passos fáceis para limpar o espelho com produto caseiro

+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las

+ Fazer o bem alivia dores físicas e mentais, aponta estudo


  • arrow