Veja 5 dicas para fugir de ataques cibernéticos em redes wi-fi públicas | TechBreak - Tudo sobre Tecnologia

Veja 5 dicas para fugir de ataques cibernéticos em redes wi-fi públicas

wi fi
wi fi
Veja 5 dicas para fugir de ataques cibernéticos em redes wi-fi públicas

A internet deixou de ser um luxo e hoje é uma necessidade. Por isso mesmo, os hotspots wi-fi muitas vezes acabam salvando o nosso dia quando, por um motivo qualquer, perdemos a conexão móvel dos nossos celulares.

+ Novo programa de games de Fernanda Gentil terá Everaldo Marques, Hortência e Marco Luque
+ Paquera: 42% nunca usaram aplicativos por medo de golpes
+ Novo Mac Mini deve chegar ao mercado nos próximos meses

Mas o preço dessa comodidade é o risco aumentado de se tornar uma vítima de criminosos cibernéticos. Confira a seguir algumas dicas da empresa de segurança eletrônica Kaspersky para melhorar a sua segurança ao utilizar as redes de acesso público à internet.

1 – Seja cauteloso

Redes Wi-Fi sem senha não são adequadas para lidar com informações importantes. Quaisquer dados que você enviar ou receber por Wi-Fi público podem ser visíveis. Use Wi-Fi público para ler notícias. Mas não faça login em nenhum serviço ou suas contas podem ser comprometidas

Mesmo aquelas redes que contam com uma senha podem não ser seguras. Um invasor pode se conectar tão facilmente quanto você, já que essas senhas geralmente ficam impressas em uma placa na parede dos estabelecimentos.

2 – Verifique o nome da rede

Alguns cibercriminosos vão além.  Em vez de se conectar a redes Wi-Fi públicas existentes, criam e atraem as vítimas para suas próprias redes, que batizam com um nome semelhante.

Se MyCoffeeShop for a rede real, por exemplo, convidados desavisados podem se juntar por engano a CoffeeShop_Guest ou MyC0ffeeShop e, assim, dar aos criminosos acesso fácil aos seus dados.

3 – Desative a conexão automática

Dispositivos modernos se esforçam para simplificar nossa vida oferecendo conexão a redes abertas ou conhecidas automaticamente.

Mas isso também ajuda os cibercriminosos, conectando dispositivos antes que usuários legítimos tenham a chance de ser cautelosos.

4 – Evite Wifi não confiável para serviços que requerem autenticação

Sempre que possível, faça login em contas em que dados bancários, passaportes ou outros dados confidenciais sejam armazenados apenas em sua rede doméstica ou corporativa segura.

Se as circunstâncias exigirem que você verifique seu saldo com urgência, use os dados móveis.

5 – Instale uma solução de segurança

A forma mais garantida de manter seus dispositivos seguros ao usar Wi-Fi público é equipá-los com proteção confiável antecipadamente.

Aplicativos de rede privada virtual (VPN) protegem sua privacidade criptografando dados antes de enviá-los ao roteador, mantendo-os ocultos.

Veja também:

+ Gil do Vigor faz desabafo de como é ser tratados nos aeroportos dos EUA

+ Carla Perez posa de vestido rosa durante viagem nas Maldivas: ‘perfeita’

+ Descubra as maiores tendências de cozinha que estão bombando em 2021

+ Cozinha afetiva: dicas e inspirações para uma decoração que exalta as memórias

+ A “Moto do Ano 2021” na Alemanha

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ Conheça o iate de luxo de Giorgio Armani: ele mesmo projetou e custa R$ 330 milhões

+ Cozinhas coloridas: veja dicas essenciais para apostar em projetos alegres, modernos e joviais

+ Previsões de Nostradamus para 2021: Asteróide e ‘fim de todo o mundo’

+ Bruna Lombardi posta foto nua aos 68 anos

+ Bruna Marquezine posa de biquíni no Copacabana Palace. Confira as fotos!

+ Os 3 signos mais sensitivos do zodíaco

+ Os ‘Sapatos de Satanás’ do rapper Lil Nas X conterão uma gota de sangue humano

+ O bico do seu p… é rosa? Juliana Caetano, responde a fã de maneira ousada






  • arrow