TSE propõe reunião com o Telegram para discutir Eleições 2022 | TechBreak - Tudo sobre Tecnologia

TSE propõe reunião com o Telegram para discutir Eleições 2022

Presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o ministro Edson Fachin enviou nesta terça-feira (22) um ofício para representantes do Telegram para que o aplicativo de mensagens faça a adesão ao Programa de Enfrentamento à Desinformação.

+ Procon-SP notifica Netflix sobre possível cobrança por compartilhamento de senhas
+ Sony anuncia compra da desenvolvedora Haven Studios
+ One UI 4.1 começa a ser distribuída para o Galaxy S21 FE, Z Fold3 5G e Z Flip3 5G

O e-mail foi encaminhado ao diretor-executivo do serviço de mensagens, Pavel Durov, e ao escritório de advocacia contratado para representar a empresa no Brasil.

Além de convidar o aplicativo a aderir à iniciativa, Fachin propôs a realização de uma reunião virtual no dia 24 de março com integrantes da Assessoria Especial de Combate à Desinformação do Tribunal.

O objetivo será o de discutir possíveis formas de cooperação entre o Telegram e o TSE para administrar os impactos negativos das notícias falsas no cenário eleitoral deste ano.

Na sexta-feira (18), o ministro Alexandre de Moraes chegou a anunciar o bloqueio do aplicativo no Brasil, programado para começar no dia 21. Mas no domingo (20), após manifestação da empresa, a justiça suspendeu a decisão.




  • arrow