Transferência eletrônica de veículos a compradores começa a funcionar | TechBreak - Tudo sobre Tecnologia

Transferência eletrônica de veículos a compradores começa a funcionar

Transferência eletrônica de veículos a compradores começa a funcionar
Transferência eletrônica de veículos a compradores começa a funcionar
Transferência eletrônica de veículos a compradores começa a funcionar

A partir desta terça-feira (2) compradores de veículos podem sair da concessionária ou da revendedora com o documento de propriedade emitido. Entrou em funcionamento o Registro Nacional de Veículos em Estoque (Renave), sistema que permite a transferência eletrônica da propriedade direto no estabelecimento.

+SpaceX planeja o 1º voo espacial com turistas para o fim deste ano
+França anuncia aquisição de novo lote de caças Rafale
+Covid-19: Vacina russa Sputnik V revela 91,6% de eficácia

O sistema está disponível para os departamentos estaduais de Trânsito (Detrans) de todo o país. Desenvolvido ao longo de dois anos, o Renave vinha sendo testado em seis estados: Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

A adesão das concessionárias e das revendedoras será facultativa. Os estabelecimentos poderão continuar a gerir os estoques de forma manual. No entanto, os ministérios da Economia e da Infraestrutura recomendam a utilização do sistema. Segundo as pastas, o Renave trará agilidade e segurança à transferência de propriedade de veículos.

O comprador poderá beneficiar-se com reduções nas taxas ou a supressão de cobrança de serviços que se tornarão desnecessários após a automatização do processo. Caberá aos Detrans e aos fiscos estaduais decidirem os descontos e as isenções.

Por meio do Renave, o comerciante comunica a compra ou a venda do veículo. O sistema verifica, nos bancos de dados federal e estaduais, se há impedimento para a transferência ou se há débitos e restrições. O processo, que normalmente leva dias, pode ser resolvido instantaneamente.

Além da transferência eletrônica de propriedade, o Renave oferece funcionalidades como controle e livro eletrônico de estoque e registros de transferências e de movimentações de veículos entre lojistas. O sistema foi desenvolvido em conjunto pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e pela Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia.

Como funciona

Após o Detran estadual aderir ao Renave, a concessionária ou revendedora deve cadastrar-se no Sistema Credencia, que autoriza automaticamente as empresas a usar os serviços eletrônicos do Denatran. O acesso à plataforma exige certificado digital. Após o cadastramento, a empresa terá seus sistemas integrados às bases do Detran estadual e da Receita Federal.

Quando for efetuada uma venda, basta registrar a operação on-line que a API (conjunto de programações), desenvolvida pelo Serpro, valida a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) na base da Receita e comunica automaticamente a transferência da propriedade aos órgãos competentes.

Da Agência Brasil

Veja também:

+ Veja fotos do Fusca da casa incendiada: raro 1950 Split Window vale uma fortuna
+ Veja fotos de Juliana Paes fazendo topless na Chapada dos Veadeiros
+ Vídeo: Avião de pega fogo após colidir com caminhão em rodovia
+ Qual são os países mais felizes do mundo?
+ Carla Perez posa de vestido rosa durante viagem nas Maldivas: ‘perfeita’
+ Os 3 signos mais sensitivos do zodíaco
+ Bruna Lombardi posta foto nua aos 68 anos
+ Descubra as maiores tendências de cozinha que estão bombando em 2021
+ A “Moto do Ano 2021” na Alemanha
+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok
+ Conheça o iate de luxo de Giorgio Armani: ele mesmo projetou e custa R$ 330 milhões
+ Cozinhas coloridas: veja dicas essenciais para apostar em projetos alegres, modernos e joviais
+ Previsões de Nostradamus para 2021: Asteróide e ‘fim de todo o mundo’
+ O bico do seu p… é rosa? Juliana Caetano, responde a fã de maneira ousada




  • arrow