TikTok: jovem comete suicídio ao vivo e plataforma só avisa a polícia 4 horas depois | TechBreak - Tudo sobre Tecnologia

TikTok: jovem comete suicídio ao vivo e plataforma só avisa a polícia 4 horas depois

TikTok: jovem comete suicídio ao vivo e plataforma só avisa a polícia 4 horas depois
TikTok: jovem comete suicídio ao vivo e plataforma só avisa a polícia 4 horas depois
TikTok: jovem comete suicídio ao vivo e plataforma só avisa a polícia 4 horas depois (Foto: Solen Feyissa/Unsplash)

O caso de um jovem brasileiro de 19 anos, que cometeu suicídio ao vivo no TikTok em 21 de fevereiro de 2019, só foi notificado à polícia quatro horas depois, de acordo com reportagem do The Intercept Brasil.

+ TikTok Resumes traz currículo em formato de vídeo
+ Confira os 10 filmes mais assistidos da história da Netflix
+ Ferramenta promete enganar reconhecimento facial

No dia anterior, o influenciador havia dito aos seguidores que faria uma exibição “especial” e levou aproximadamente 280 pessoas à sua transmissão ao vivo. Mesmo sabendo do ocorrido, o app chinês tomou providências para que o caso não vazasse e manchasse a imagem da plataforma: o TikTok só alertou a polícia cerca de quatro horas depois.

Uma fonte, ex-funcionária da ByteDance (dona do TikTok no Brasil), disse ao The Intercept que a live recebeu 497 comentários e 15 denúncias de espectadores antes de ser tirada do ar, mais de uma hora depois do ocorrido.

Ainda segundo a fonte, que não quis se identificar, entre 17h e 19h56, os funcionários da empresa começaram uma operação para evitar uma possível crise por conta do caso. O jovem iniciou sua transmissão ao vivo às 15h23 e sua conta só foi excluída às 17h13.

De acordo com a fonte, no escritório da ByteDance, os funcionários dividem-se em equipes de redes sociais, conteúdo, influenciadores, parcerias, moderação e administração. O time de moderação seria o único responsável por tirar os conteúdos que contrariam os termos de uso da plataforma do ar. No entanto, as transmissões ao vivo são monitoradas por uma equipe que fica na China e a responsabilidade por analisar e reportar o suicídio do jovem brasileiro seria deles.

Segundo documentos obtidos pela reportagem, somente às 19h56, mais de quatro horas e meia após a live e duas horas e meia após ter acionado a equipe de relações públicas, o TikTok avisou as forças polícias do Paraná. O rapaz deu entrada Instituto Médico Legal de Curitiba às 20h05, nove minutos após o app avisar a polícia sobre a morte.




  • arrow