Smartphones podem contribuir para piora nas dores de cabeça | TechBreak - Tudo sobre Tecnologia

Smartphones podem contribuir para piora nas dores de cabeça

Tinder e Grindr compartilham dados pessoais dos usuários, indica estudo
Tinder e Grindr compartilham dados pessoais dos usuários, indica estudo
Smartphones podem contribuir para piora nas dores de cabeça

Um estudo realizado pela universidade All India Institute of Medical Science, da Índia, e publicado pelo Neurology: Clinical Practice, indica que o uso frequente de smartphones pode estar relacionado à piora nas dores de cabeça.

+Modo escuro do WhatsApp é liberado oficialmente
+iPhone 11 perdido em lago é encontrado e funciona normalmente
+Nasa recria em 4K imagem da Lua vista pelos astronautas da Apollo 13

O estudo foi realizado entre junho de 2017 e dezembro de 2018. Os 400 participantes foram divididos entre usuários e não-usuários de smartphones, e tinham que responder a um questionário descrevendo a sua relação com os telefones, como eram as suas dores de cabeça e quais os tratamentos empregados.

No grupo de usuários de smartphones, 17,5% dos participantes reportaram passar por crises de enxaqueca com aura, ante 7,7% dos não-usuários. Ao mesmo tempo, o percentual daqueles que não sentem alívio nas dores mesmo com o úso de analgésicos é superior entre os usuários de celulares.




  • arrow