Saiba se os seus dados estão protegidos nos apps de relacionamento | TechBreak - Tudo sobre Tecnologia

Saiba se os seus dados estão protegidos nos apps de relacionamento

Saiba se os seus dados estão protegidos nos apps de relacionamento
Saiba se os seus dados estão protegidos nos apps de relacionamento
Saiba se os seus dados estão protegidos nos apps de relacionamento

A empresa de segurança digital Kaspersky realizou este ano um novo estudo que avaliou a segurança de dados fornecida por nove aplicativos de relacionamento: Tinder, OKCupid, Badoo, Bumble, Mamba, Pure, Feeld, Happn e Her.

+ Material criado por cientistas indianos permite produção de telas capazes de se regenerar
+ Três aeroportos brasileiros receberão o gigante Antonov AN-124 nesse final de semana
+ Netflix reajuste preços dos planos de assinatura no Brasil
+ Tremores em Marte revelam anatomia do interior do Planeta Vermelho

Se em 2017 a empresa havia encontrado algumas falhas sérias em apps do gênero, a situação melhorou muito de lá para cá. De acordo com a Kaspersky, todos os nove aplicativos usam criptografia e apresentam um mecanismo contra ataques de falsificação de certificado.

Mas isso não quer dizer que não haja deslizes: dois dos nove aplicativos em estudo — Mamba e Badoo — enviam a senha do usuário recém-registrado em forma de texto, o que permite que, hackear o e-mail do usuário ou interceptar o próprio e-mail, um invasor em potencial pode descobrir a senha e usá-la para obter acesso à conta também.

Fotos

Um dos problemas com os serviços de encontros é que as capturas de tela das conversas ou perfis dos usuários podem ser mal utilizadas para doxing, exposições humilhantes e outros fins maliciosos. Dos nove aplicativos, apenas um, o Pure, permite criar uma conta sem uma foto.

Outro, o Mamba, oferece uma opção de desfoque de fotos que é gratuita, permitindo que você mostre suas fotos apenas para os usuários que escolher. Alguns dos outros aplicativos também oferecem esse recurso, mas apenas por uma taxa.

Localização

Dos nove aplicativos investigados, quatro — Tinder, Bumble, Happn e Her — exigem acesso de geolocalização obrigatório. Três permitem que você altere manualmente suas coordenadas precisas para a região geral, mas apenas na versão paga. Happn não tem essa opção, mas a versão paga permite que você oculte a distância entre você e outros usuários.

Mamba, Badoo, OkCupid, Pure e Feeld não exigem acesso obrigatório à geolocalização e permitem que você especifique manualmente sua localização, mesmo na versão gratuita. Mas eles se oferecem para detectar automaticamente suas coordenadas.

Principalmente no caso do Mamba, a empresa desaconselha o acesso a dados de geolocalização, já que o serviço pode determinar sua distância a outros com uma precisão assustadora: um metro.

Veja também:

+ Gil do Vigor faz desabafo de como é ser tratados nos aeroportos dos EUA

+ Carla Perez posa de vestido rosa durante viagem nas Maldivas: ‘perfeita’

+ Descubra as maiores tendências de cozinha que estão bombando em 2021

+ Cozinha afetiva: dicas e inspirações para uma decoração que exalta as memórias

+ A “Moto do Ano 2021” na Alemanha

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ Conheça o iate de luxo de Giorgio Armani: ele mesmo projetou e custa R$ 330 milhões

+ Cozinhas coloridas: veja dicas essenciais para apostar em projetos alegres, modernos e joviais

+ Previsões de Nostradamus para 2021: Asteróide e ‘fim de todo o mundo’

+ Bruna Lombardi posta foto nua aos 68 anos

+ Bruna Marquezine posa de biquíni no Copacabana Palace. Confira as fotos!

+ Os 3 signos mais sensitivos do zodíaco

+ Os ‘Sapatos de Satanás’ do rapper Lil Nas X conterão uma gota de sangue humano

+ O bico do seu p… é rosa? Juliana Caetano, responde a fã de maneira ousada






  • arrow