O Pentágono está construindo um pequeno ajudante de piloto de caça similar ao R2-D2 de Guerra nas Estrelas | TechBreak - Tudo sobre Tecnologia

O Pentágono está construindo um pequeno ajudante de piloto de caça similar ao R2-D2 de Guerra nas Estrelas

O Pentágono está construindo um pequeno ajudante de piloto de caça similar ao R2-D2 de Guerra nas Estrelas.

R2-D2
R2-D2

Uma nova IA (Inteligência artificial) em desenvolvimento, chamada Skyborg, atuaria como um co-piloto robótico ou um drone wingman, executando tarefas importantes enquanto o piloto humano voa e luta contra outras aeronaves.  Will Roper, o secretário assistente de aquisição, tecnologia e logística da Força Aérea, diz que o Laboratório de Pesquisa da Força Aérea está atualmente construindo uma tecnologia “completamente revolucionária”.

Leia mais:

+ Yamaha lança série exclusiva e limitada da NMAX 160 por R$ 14.390

+ Instagram Stories: 5 dicas “secretas” pra gravar seus vídeos
+ Caças F-35 são testados em condições extremas no Alasca
+ Força Aérea dos EUA pode ter armas a laser até 2021
+ Tailândia terá trem de alta velocidade de 220km que ligará três aeroportos

De acordo com o site C4ISRNET , Roper comparou o Skyborg ao R2-D2 de Star Wars , o fiel dróide de Luke Skywalker que se aninhou atrás do cockpit em um caça X-Wing.

Nos filmes, Luke pode emitir comandos de voz para R2-D2, pedindo ao droid informações de navegação ou para consertar o starfighter enquanto ele voa.

No mundo real, o Skyborg consistiria em dois sistemas. O primeiro é um AI de estilo R2-D2 que estaria em um caça tripulado como um co-piloto. Como Luke Skywalker, o piloto da Força Aérea do futuro próximo poderia interagir com o AI através de comandos de voz. Os IAs também podiam executar tarefas para pilotos em jatos individuais que eram tradicionalmente reservados para co-pilotos, como operação de radar e identificação de alvos, navegação e maior conscientização situacional.

Loyal Wingman
Loyal Wingman da Boeing

O segundo sistema é uma IA que voaria em um veículo não tripulado, como o Loyal Wingman da Boeing ou o XQ-58A Valkyrie da Kratos Defense .

XQ-58A Valkyrie
XQ-58A Valkyrie

De acordo com o site C4ISRNET, tal sistema pode até mesmo entrar no drone QF-16. Um F-16 desativado reconfigurado para um voo não tripulado, o QF-16 serve atualmente como um drone alvo. Mas, alimentado por uma IA sofisticada, teoricamente poderia se tornar um drone de combate barato e dispensável que carrega suas próprias armas.

Veja também

+ Grazi Massafera exibe corpão dançando “Macarena” com barriga de fora e short

+ Asteroide do tamanho de um avião 747 passou ‘raspando’ da Terra a 29.376 quilômetros por hora

+ Rolex de ouro bate recorde e é vendido por R$ 8 milhões

+ Samsung lança TV 8K de 292 polegadas, a maior TV do mundo

+ Cientistas localizam o centro do Sistema Solar — e advinhem, não é o Sol

+ Carol Nakamura compartilha projeto de sua mansão de R$ 2 milhões; veja

+ Maria Zilda relembra quando soube que Ary Fontoura era gay

+ Uma Harley-Davidson com 360 diamantes e peças banhados a ouro, a moto mais cara do mundo

+ Veja momento em que bola de fogo explode no céu de Tóquio

+ Dicas fáceis de como limpar panela queimada

+ Saiba mais sobre a vacina BCG, uma das mais importantes da infância

+ 4 passos fáceis para limpar o espelho com produto caseiro

+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las

+ Fazer o bem alivia dores físicas e mentais, aponta estudo


  • arrow