Helicópteros do Exército do Afeganistão viram ajuda militar para a Ucrânia; entenda | TechBreak - Tudo sobre Tecnologia

Helicópteros do Exército do Afeganistão viram ajuda militar para a Ucrânia; entenda

Mi-17
Mi-17
Mil Mi-17

O retorno dos talebans ao poder no Afeganistão resultou na perda de bilhões de dólares em equipamentos militares pagos pelos americanos, que acabaram caindo nas mãos de um regime inimigo dos Estados Unidos.

+ Conheça o Bayraktar TB2, o drone que é o terror das forças russas na Ucrânia
+ Alemanha vai ceder canhões autopropulsados PzH 2000 para a Ucrânia
+ EUA relutam em fornecer caças F-16 para a Ucrânia; entenda

Mas uma parte desse material bélico acabou ganhando uma segunda vida como apoio militar dos americanos para a Ucrânia. No início final de abril, os Estados Unidos anunciaram que iriam ceder para a Ucrânia de 16 helicópteros Mil Mil-17, de fabricação russa.

Esses helicópteros de fabricação russa foram parar nas mãos dos americanos de uma maneira curiosa: apesar de serem propriedade da Força Aérea do Afeganistão, foram comprados pelos EUA no início da década de 2010.

A decisão, considerada polêmica na época, foi justificada pelo baixo custo das aeronaves e pela experiência dos aviadores afegãos com aeronaves russas. Após a mudança do regime, os helicópteros que estavam fora do Afeganistão acabaram confiscados pelos americanos.

Parte deles passava por revisão em oficinas na Ucrânia. O que, juntamente com o fato de os ucranianos terem experiência no tipo, contribuiu para facilitar essa nova mudança de propriedade dos Mi-17.




  • arrow