Força Aérea dos EUA inicia processo de aposentadoria do bombardeiro B-1 Lancer | TechBreak - Tudo sobre Tecnologia

Força Aérea dos EUA inicia processo de aposentadoria do bombardeiro B-1 Lancer

Força Aérea dos EUA inicia processo de aposentadora do bombardeiro B-1
Força Aérea dos EUA inicia processo de aposentadora do bombardeiro B-1
Força Aérea dos EUA inicia processo de aposentadora do bombardeiro B-1

A Força Aérea dos Estados Unidos iniciou o processo de retirada de serviço do bombardeiro supersônico Rockwell B-1B Lancer, com a desativação de 17 das 62 aeronaves atualmente em operação.

+Existem quatro pessoas nesta ilusão de ótica, tente descobrir
+Inteligência artificial permite automatizar análise de sementes na agricultura
+Covid-19: Estudo indica que vacinação em São Paulo deve priorizar periferia

O B-1 Lancer entrou em serviço em 1986 e teve participação em todos os conflitos militares em que o país se envolveu desde então. “Por conta do uso intensivo da frota do B-1 nas últimas duas décadas, manter essas aeronaves operacionais iria ter um custo de dezenas de milhões de dólares para cada aeronave. E apenas para resolver os problemas que já conhecemos. Por esse motivo estamos acelerando os planos de aposentadoria”, comentou em nota o general Timothy Ray, comandante do Air Force Global Strike Command.

Das 17 aeronaves, quatro serão mantidas em condições de voltar a serviço rapidamente em caso de necessidade. Com menos aviões operacionais, será possível dedicar mais recursos para a manter em voo a frota do modelo. O B-1 será substituídos pelo avião de baixa assinatura radar B-21 Raider, que deve entrar em serviço em 2026.

Força Aérea dos EUA inicia processo de aposentadora do bombardeiro B-1
Bombardeiro B-1



  • arrow