Força Aérea dos EUA envia bombardeiros B-1 sobre o Mar da China como mensagem à China | TechBreak - Tudo sobre Tecnologia

Força Aérea dos EUA envia bombardeiros B-1 sobre o Mar da China como mensagem à China

Força Aérea dos EUA envia bombardeiros B-1 sobre o Mar da China como mensagem à China



Força Aérea dos EUA envia bombardeiros B-1 sobre o Mar da China como mensagem à China
Força Aérea dos EUA envia bombardeiros B-1 sobre o Mar da China como mensagem à China

Dois bombardeiros B-1B Lancer da Força Aérea dos EUA completaram uma missão de 32 horas sobre o Mar da China Meridional na quinta-feira (30/4) como parte de um esforço estratégico para manter uma presença persistente de bombardeiros na região. Essa operação demonstrou o modelo dinâmico de emprego de forças da Força Aérea dos EUA, em consonância com os objetivos da Estratégia de Defesa Nacional de previsibilidade estratégica e imprevisibilidade operacional.

+ Drone Mavic Air 2 estreia com câmera de 8K
+ Caminhão blindado: empresa russa cria veículo anti-tumulto com parede metálica
+ China diz que desenvolveu um rifle a laser que pode “carbonizar” carne humana

As Forças Aéreas do Pacífico descreveram a missão em um comunicado de imprensa nesta quinta-feira (30) . Os bombardeiros decolaram da Base da Força Aérea de Ellsworth, Dakota do Sul, e completaram o vôo de ida e volta de mais de 30 horas, com o apoio de reabastecimento do 909º Esquadrão de Reabastecimento Aéreo KC-135 Stratotankers.

“Esta operação demonstra o modelo dinâmico de emprego de forças da Força Aérea dos EUA, alinhado aos objetivos de previsibilidade estratégica da Estratégia de Defesa Nacional, com presença persistente de bombardeiros, garantindo aliados e parceiros”, afirmou o comunicado de imprensa das Forças Aéreas do Pacífico.

A missão foi lançada em meio a novos esforços da Marinha do Exército de Libertação Popular da China para ocupar ilhas importantes em áreas contestadas do Mar do Sul da China. Pequim recentemente declarou distritos municipais sobre ilhas desabitadas no Mar da China Meridional, que foram contestadas pelo Vietnã e Taiwan.

  • arrow