Ex-diretor de robótica da Google desenvolve robô que se encarrega de tarefas domésticas | TechBreak - Tudo sobre Tecnologia

Ex-diretor de robótica da Google desenvolve robô que se encarrega de tarefas domésticas

Ex-diretor de robótica da Google desenvolve robô que se encarrega de tarefas domésticas. Foto: Youtube

Ex-diretor de robótica da Google desenvolve robô que se encarrega de tarefas domésticas. Foto: Youtube
Ex-diretor de robótica da Google desenvolve robô que se encarrega de tarefas domésticas. Foto: Youtube

Nos últimos três anos, uma equipa liderada por Aaron Edsinger, ex-diretor de robótica da Google,trabalhou secretamente num robô auxiliar, que se encarrega de algumas tarefas domésticas.

Recentemente, nasceu o Strecht, o robô tem um braço robótico, que pode estender-se ao longo de 52cm, está unido a uma base com rodas, muito semelhante a um robô aspirador. A máquina, que recebeu este nome graças ao seu “alcance extraordinário”, pode ser programada para realizar algumas tarefas domésticas, como tirar a roupa da máquina de secar, guardar coisas ou aspirar a casa.

+ Raro Rolex Daytona ‘John Player Special’ 6264 pode chegar a mais R$ 5 milhões
+ Acusado de agredir mulheres a socos em Diadema é detido
+ Moedas comemorativas são lançadas para a reabertura da Grande Mesquita de Santa Sofia
+ Herman Miller e Logitech, lançam cadeira ergonômica para ficar horas jogando sem sentir dor

Ex-diretor de robótica da Google desenvolve robô que se encarrega de tarefas domésticas

Ex-diretor de robótica da Google desenvolve robô que se encarrega de tarefas domésticas. Foto: YoutubeAlém disso, o robô, de 141 centímetros de altura e 23 kg, possui uma câmara 3D, um sensor a laser e um computador embutido com processamento Intel Core i5, 16 GB de RAM e 500 GB de armazenamento SSD.

Apesar de já ter um custo definido de U$ 18 mil, o robô ainda não está pronto para entrar no mercado. Para o criador Aaron Edsinger, falta aprimorar funções e adicionar algumas melhorias.

Ex-diretor de robótica da Google desenvolve robô que se encarrega de tarefas domésticas. Foto: Youtube
Ex-diretor de robótica da Google desenvolve robô que se encarrega de tarefas domésticas. Foto: Youtube

Segundo entrevista ao Daily Mail “O design permite várias aplicações, como ajudar uma pessoa idosa em casa” . Pode, também, ser uma valiosa ajuda para guardar coisasnas “prateleiras de um supermercado ou para remover superfícies potencialmente infecciosas no local de trabalho”. No fundo, trata-se de “uma plataforma que oferece a investigadores um novo horizonte no futuro”.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Meet Stretch, the first device from Hello Robot. Stretch is not a consumer robot that’s ready to roll into your apartment, but rather a research platform for future robots to help look after the elderly or people with physical disabilities, allowing companies to automate a range of household tasks #stretch #robot #hellorobot #technology #tech #technologynews #innovation #techgeek #techworld #newtechnology #instatech #instatechnology #newtech #تكنولوجيا #تقنية #تقنية_المعلومات #news #instanews #dubai #uae #abudhabi #mydubai #dubailife #dxb #technews #technewsnetwork #دبي #ابوظبي

Uma publicação compartilhada por Tech News Network (@technewsnetwork) em

Em parceria com o site TechBreak

Veja também

+ Rolex de ouro bate recorde e é vendido por R$ 8 milhões

+ Samsung lança TV 8K de 292 polegadas, a maior TV do mundo

+ Cientistas localizam o centro do Sistema Solar — e advinhem, não é o Sol

+ Carol Nakamura compartilha projeto de sua mansão de R$ 2 milhões; veja

+ Maria Zilda relembra quando soube que Ary Fontoura era gay

+ Uma Harley-Davidson com 360 diamantes e peças banhados a ouro, a moto mais cara do mundo

+ Veja momento em que bola de fogo explode no céu de Tóquio

+ Dicas fáceis de como limpar panela queimada

+ Saiba mais sobre a vacina BCG, uma das mais importantes da infância

+ 4 passos fáceis para limpar o espelho com produto caseiro

+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las

+ Fazer o bem alivia dores físicas e mentais, aponta estudo


  • arrow