Após pressão do supremo, Telegram assina termo de adesão a programa do TSE

Após pressão do supremo, Telegram assina termo de adesão a programa do TSE

O Telegram assinou nesta sexta-feira (25) o termo de adesão ao Programa Permanente de Enfrentamento à Desinformação no Âmbito da Justiça Eleitoral, promovido pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

+ Netflix anuncia compra do estúdio de jogos Boss Fight Entertainment
+ Robô guepardo do MIT aprende a correr sozinho
+ Gloria Groove participa de festival de música no metaverso

Por meio da parceria, a empresa se compromete a combater os conteúdos falsos relacionados à Justiça Eleitoral, ao sistema eletrônico de votação e ao processo eleitoral nas diferentes fases.

Além do Telegram, o programa já conta com a participação do Google e da Meta, dona das redes sociais Facebook e Instagram e o app de mensagems WhatsApp, além de agências de checagem de notícias, segmentos da imprensa, telecomunicações, tecnologia da informação, provedores de internet e partidos políticos.




  • arrow