Eclipse de 4 de julho inicia mês movimentado na astronomia | TechBreak - Tudo sobre Tecnologia

Eclipse de 4 de julho inicia mês movimentado na astronomia

Eclipse de 4 de julho inicia mês movimentado na astronomia

Eclipse de 4 de julho inicia mês movimentado na astronomia
Eclipse de 4 de julho inicia mês movimentado na astronomia. Foto: Pixabay

O mês de julho vai trazer a chance de ver três eventos astronômicos únicos, encerrados por chuvas de meteoros no final do mês.

+ Digital influencer Byron ‘Reckful’ Bernstein, morre aos 31 anos
+ CRLV digital já está disponível em todo o Brasil
+ Rede de pesca eletrificada pode ter matado filhote de golfinho encontrado em rio

Aqui estão os três principais eventos de astronomia a serem vistos em julho:

1. Eclipse Lunar

Quando: 4-5 de julho

O primeiro fim de semana do mês apresentará um eclipse lunar que será visível em áreas do mundo que perderam o eclipse lunar que aconteceu no início de junho.

Na noite de sábado, 4 de julho, até as primeiras horas do domingo, 5 de julho, a lua pastará na sombra da Terra para criar um eclipse lunar penumbral.

O eclipse começará em 4 de julho, às 23h07 EDT e durará até 1:52 da manhã EDT. A melhor época para procurar será por volta das 12h30 EDT durante o meio do evento.

A lua será novamente o centro das atenções na noite após o eclipse, pois passa extremamente perto de Júpiter e Saturno. O trio será embalado tão firmemente que poderá aparecer no mesmo campo de visão de alguns telescópios ou binóculos.

2. Júpiter e Saturno atingem o pico de brilho

Quando: Em meados de julho

Os dois maiores planetas do sistema solar serão o destaque do céu noturno em julho, pois os planetas brilham mais do que durante o resto do ano.

Por volta do meio do mês, Júpiter e Saturno alcançarão oposição, ou o ponto em suas órbitas quando estiverem mais próximos da Terra. Como resultado, é a melhor oportunidade para observar os planetas com e sem telescópio.

Júpiter chegará à oposição primeiro em 14 de julho, seguido por Saturno algumas noites depois, em 20 de julho.

No entanto, nenhum telescópio é necessário para detectar os planetas. Eles serão fáceis de encontrar a olho nu, pois ofuscarão todas as estrelas do céu – desde que condições do tempo não ocultem o céu .

3. Chuva de meteoros dupla

Quando: 28-29 de julho

O final de julho apresentará aos observadores do céu algo que não é visto há meses: uma chuva de meteoros dupla.

A noite de 28 de julho a 29 de julho contará com um par de chuvas de meteoros com os Alpha Capricornids e os Delta Aquarids do sul, ambos chegando na mesma noite. A última vez que houve uma chuva moderada de meteoros foi no início de maio.

Veja também:

+ De biquíni verde cavado Lívia Andrade arranca elogios da web ao tomar banho de sol

+ Irmã de Juliana Caetano exibe corpão e brinca com fãs: “O que te faz ver estrelas?”

+ Ticiane Pinheiro posa de maiô decotado e internautas suspeitam de gravidez

+ Aos 68 anos, Bruna Lombardi posta foto de biquíni ‘contra sua vontade’

+ Marcella Rica e Vitória Strada vão se casar

+ Vídeos íntimos de Raissa Barbosa vazam em sites de conteúdo adulto

+ Carla Perez fala sobre vida nos EUA: “Aqui é vida normal”

+ Ellen Rocche posta foto de ensaio nu na ‘Playboy’ e ganha elogios dos fãs

+ O bico do seu p… é rosa? Juliana Caetano, responde a fã de maneira ousada

+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona

+ 10 coisas que os pais fazem em público que envergonham os filhos

+ Veja o significado dos 10 sonhos mais comuns

+ Denise Dias faz seguro do bumbum: “Meu patrimônio”

+ Líder de seita sexual apocalíptica é condenado a 1.075 anos de prisão

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ ‘Borboletas no estômago’ indicam algo além de estar apaixonado

+ 10 sinais de que seu parceiro não te ama (como você gosta dele)

  • arrow