Drone com radar é usado para monitorar plantações | TechBreak - Tudo sobre Tecnologia

Drone com radar é usado para monitorar plantações

Drone com radar é usado para monitorar plantações

Drone com radar é usado para monitorar plantações

Monitorar o crescimento da cana-de-açúcar com o objetivo de estimar o melhor momento para a colheita. Essa prática já tem sido feita em algumas lavouras no interior paulista por meio de um sistema de radar miniaturizado embarcado em drones.

+ Veja o que o telescópio espacial Hubble fotografou na data do seu aniversário
+ Lula irá ao espaço em foguete da SpaceX
+ Asteroide passará próximo da Terra nesta terça (1º)
+ Novo iMac com chip M1 ganha nota baixa em índice de reparabilidade

Desenvolvida pela startup Radaz em colaboração com pesquisadores da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), a tecnologia foi descrita em artigos publicados na revista Remote Sensing e apresentada em palestra durante a Brazilian Bioenergy Science and Technology Conference 2020-21.

O sistema de radar miniaturizado embarcado em drones opera em três bandas de micro-ondas simultaneamente – a P, a L e a C –, que são emitidas pelo dispositivo sobre uma área, por exemplo, uma lavoura de cana-de-açúcar.

Cada uma dessas três bandas de micro-ondas opera em uma faixa de frequência e possui comprimentos de onda diferentes. Quanto mais longo, maior é a capacidade de atravessar um objeto, como a copa de uma árvore, e atingir e até mesmo penetrar o solo. A combinação dos dados obtidos pela reflexão dessas três bandas de micro-ondas em um terreno e capturadas pelo radar permite criar um modelo digital da área com informações cruciais para os agricultores.

A placa-mãe do radar de sensoriamento remoto pesa 600 gramas. Uma vez que é embarcado em drones, o dispositivo pode realizar trajetórias complexas, como voos circulares, com raios variáveis e helicoidais.

Para validar os algoritmos, foram feitos estudos em uma área de cultivo experimental na Faculdade de Engenharia Agrícola (Feagri) da Unicamp, onde foi plantada cana-de-açúcar e registrado o crescimento das plantas por meio de medições biométricas convencionais e pelo sistema de radar transportado por drone.

O estudo indicou que os resultados obtidos por meio da tecnologia foram muito semelhantes aos fornecidos pelo sistema convencional, com o uso de aviões.

Já para validar a capacidade de o sistema estimar a quantidade de biomassa acima do solo produzida em uma lavoura de cana três meses após a plantação, os pesquisadores fizeram um experimento em uma fazenda de propriedade da Usina São Martinho, no interior paulista.

Da Agência Fapesp

Veja também:

+ Descubra as maiores tendências de cozinha que estão bombando em 2021

+ Cozinha afetiva: dicas e inspirações para uma decoração que exalta as memórias

+ A “Moto do Ano 2021” na Alemanha

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ Conheça o iate de luxo de Giorgio Armani: ele mesmo projetou e custa R$ 330 milhões

+ Cozinhas coloridas: veja dicas essenciais para apostar em projetos alegres, modernos e joviais

+ Previsões de Nostradamus para 2021: Asteróide e ‘fim de todo o mundo’

+ Bruna Lombardi posta foto nua aos 68 anos

+ Bruna Marquezine posa de biquíni no Copacabana Palace. Confira as fotos!

+ Os 3 signos mais sensitivos do zodíaco

+ Os ‘Sapatos de Satanás’ do rapper Lil Nas X conterão uma gota de sangue humano

+ O bico do seu p… é rosa? Juliana Caetano, responde a fã de maneira ousada






  • arrow