Comprador do Samsung Galaxy S21 no Brasil terá direito a carregador sem custo | TechBreak - Tudo sobre Tecnologia

Comprador do Samsung Galaxy S21 no Brasil terá direito a carregador sem custo

Samsung revela novos smartphones Galaxy S21
Samsung revela novos smartphones Galaxy S21
Comprador do Samsung Galaxy S21 no Brasil terá direito a carregador sem custo

A Fundação Procon-SP e a Samsung assinaram um Termo de Compromisso Voluntário para que seja disponibilizado, sem custo, um carregador ao consumidor que adquirir o celular e solicitar o acessório, durante a pré-venda, para qualquer um dos modelos de smartphones da linha Galaxy S21.

+Samsung anuncia nova linha Galaxy S21 no Brasil
+Hacker tenta envenenar água de cidade dos EUA
+Marte recebe mais três sondas espaciais a partir de hoje

O acerto entre as partes vale apenas para o Brasil, em outros países a empresa manterá a forma de comercialização sem o fornecimento do acessório.

De acordo com o Termo, os consumidores que comprarem o modelo durante o período da pré-venda (de 09/02 a 07/03), poderão solicitar o carregador pelo site www.samsungaparavoce.com.br, o acessório será entregue pela empresa em até 30 dias corridos, a contar do registro da solicitação.

Apple

No final de 2020 o Procon-SP notificou a Apple para que a empresa explicasse sobre a venda de novos modelos de IPhone sem o carregador. Em resposta, a empresa informou que como já existem muitos desses dispositivos no mundo, em geral, os novos não são utilizados e que a decisão teve como objetivo ajudar a reduzir a emissão de carbono e lixo eletrônico.

A Apple não demonstrou em sua resposta que o uso de acessórios antigos não possa comprometer o processo de carregamento e segurança do procedimento, tampouco que o uso de carregadores de terceiros não será usado como recusa para eventual reparo do produto durante a garantia legal ou contratual.

Apesar de informar que, ao retirar os carregadores da caixa, promoveria redução da emissão de carbono, de mineração e uso de materiais preciosos, a empresa não demonstrou esse ganho ambiental. A conduta da empresa está sendo analisada pela diretoria de fiscalização do Procon-SP.




  • arrow