China: "Sol artificial" bate recorde mundial de temperatura | TechBreak - Tudo sobre Tecnologia

China: “Sol artificial” bate recorde mundial de temperatura

China: "Sol artificial" bate recorde mundial de temperatura
China: "Sol artificial" bate recorde mundial de temperatura
O equipamento foi projetado com o objetivo de reproduzir a fusão nuclear que acontece em estrelas como o Sol (foto)

O “Sol artificial” chinês Tokamak Supercondutor Experimental Avançado bateu recentemente um recorde mundial, ao manter a temperatura de 120 milhões de graus celsius por 101 segundos e 160 milhões de graus por 20 segundos.

+ Os 10 filmes e séries mais vistos na Netflix em maio
+ Xiaomi promete recarga de celular completa em apenas 8 minutos
+ Cabine “2 em 1” é proposta para o futuro das viagens de avião
+ Drone com radar é usado para monitorar plantações

O equipamento científico, instalado no Institutos Hefei de Ciências Físicas da Academia Chinesa de Ciências, foi projetado com o objetivo de reproduzir a fusão nuclear que acontece nas estrelas, com o objetivo futuro de obter uma fonte energética quase infinita.

Alcançar uma temperatura de plasma acima de 100 milhões de graus é um dos principais desafios para controlar a fusão nuclear. No final de 2020, um equipamento do mesmo tipo na Coreia do Sul atingiu 100 milhões de graus por 20 segundos.

Acredita-se que a temperatura no centro do Sol seja de 15 milhões de graus celsius, o que significa que o plasma no centro do dispositivo será sete vezes mais quente que o do Sol.




  • arrow