Astrônomos detectam flúor em galáxia distante 12 bilhões de anos-luz | TechBreak - Tudo sobre Tecnologia

Astrônomos detectam flúor em galáxia distante 12 bilhões de anos-luz

Astrônomos detectam flúor em galáxia distante 12 bilhões de anos-luz
Astrônomos detectam flúor em galáxia distante 12 bilhões de anos-luz
Astrônomos detectam flúor em galáxia distante 12 bilhões de anos-luz

Astrônomos detectaram a presença de flúor em uma galáxia a mais de 12 bilhões de anos-luz da Terra. Esta foi a primeira vez que os cientistas descobriram um elemento presente nos nossos ossos e dentes em um local tão distante.

+ Apple iPhone com USB-C está à venda e lances estão em R$ 560 mil
+ Asus lança Zenfone 8 e Zenfone 8 Flip no Brasil
+ Cópia do jogo The Legend of Zelda é vendida por quase R$ 4 milhões

Até então, não se sabia qual tipo de estrela seria a responsável pela formação do flúor. Mas a descoberta de fluoreto de hidrogênio nas nuvens de gás da galáxia NGP-190387 – feita por meio de um telescópio no Chile – reforça a teoria que a origem do elemento estaria em estrelas conhecidas como Wolf-Rayed, que duraram apenas alguns milhões de anos antes de explodirem em supernovas.

Um dos fatores que levaram os astrônomos a chegar a esta conclusão é a grande distância entre a Terra e essa galáxia. A luz demorou 12 bilhões de anos para chegar até nós e a NGP-190387 mostra uma concentração de flúor muito grande para uma época em que o universo tinha apenas 10% da idade atual, indicando as estrelas daquela galáxia como responsáveis pela produção do elemento.




  • arrow