Apple processa criadora do software espião Pegasus | TechBreak - Tudo sobre Tecnologia

Apple processa criadora do software espião Pegasus

apple ipnone logo 2

apple ipnone logo 2

A Apple anunciou que entrou com um processo contra a companhia israelense NSO Group e sua empresa controladora pela vigilância abusiva e perseguição de usuários.

+ Missão Hera: conheça o próximo passo da defesa da Terra contra asteroides
+ Fortnite: Capítulo 2 termina em dezembro
+ Nuuvem inicia Black Week com descontos de até 90% em jogos

A denúncia apresenta novas informações sobre como o NSO Group infectou aparelhos de vítimas com seu spyware Pegasus, que permite invadir e acessar dados de dispositivos com o objetivo de espionar jornalistas, políticos e ativistas em vários países.

Para impedir que seus usuários sejam ainda mais prejudicados, a Apple também busca uma medida permanente para banir o uso de software, serviços e aparelhos Apple pelo NSO Group.

A Apple afirmou ainda em nota que reconhece os esforços de grupos como Citizen Lab e Amnesty Tech por seu trabalho inovador na identificação de abusos de segurança cibernética e pela ajuda na proteção de vítimas.

Para fortalecer ainda mais esforços como esses, a Apple contribuirá com US$ 10 milhões, além de possíveis indenizações decorrentes da ação, para organizações de pesquisa e defesa contra a vigilância cibernética.




  • arrow