Rússia mostra seu novo bombardeiro supersônico: o Tu-160M2

Sucessor do Tu-160 tem números impressionantes

Apelidado de “White Swan”, o Tu-160M2 é a nova versão do Tu-160, que voou pela primeira vez em dezembro de 1981 e teve seu desenvolvimento interrompido com o fim da União Soviética. Em comunicado divulgado pela Força Aérea Russa, o novo bombardeiro “tem tudo novo, exceto o nome”.

Leia mais:
+ Instagram Stories: 5 dicas “secretas” pra gravar seus vídeos
+ Caças F-35 são testados em condições extremas no Alasca
Força Aérea dos EUA pode ter armas a laser até 2021

“A expectativa é de que ele seja produzido em grande escala já em 2021”, disse o Coronel General Viktor Bondarev, comandante da instituição, em conversa com a mídia local. A intenção da Rússia com o Tu-106M2 é ganhar espaço e força em ataques estratégicos.

A aeronave, que conta com quatro motores Kuznetsov NK-32, pode chegar a velocidade de Mach 2 e tem mísseis que alcançam alvos a até mil milhas (cerca de 1600km).
Curta nossa página no Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
  • arrow