Primeiro caça “stealth” da China já está em operação, dizem militares

(Foto: WikiMedia/Reprodução)

De acordo com coronel chinês, J20-A já está em operação

De acordo com o porta-voz da People’s Liberation Army Air Force, as forças armadas da China, o Chengdu J-20, o primeiro caça com tecnologia stealth da China – capaz de voar sem ser reconhecido por radares – já está em operação. Mostrado pela primeira vez em 2011, este é a terceira aeronave do tipo a integrar algum esquadrão no planeta, juntamente com o F-22A Raptor e  F-35 Joint Strike Fighter.

Leia mais:
+ Força Aérea dos EUA usará avião brasileiro em combate
Força Aérea dos EUA promete teste com arma laser em 2018
Coreia do Norte: veja quais aviões EUA e Japão usam para vigiar região

O coronel Wu Qian, falando em nome do Ministério da Defesa da China, fez o anúncio oficial em Pequim. O desenvolvimento do J-20A começou no fim dos anos 90 com o objetivo de trabalhar em um caça com dois motores. Nos últimos seis anos, vários protótipos foram vistos em voo. O serviço de inteligência dos Estados Unidos tinha a expectativa que a aeronave entrasse em uso somente  em 2018, de acordo com o site Popular Mechanics.

O design do J-20A recebeu diversas alterações em suas últimas aparições, principalmente em questões aerodinâmicas de seu nariz e entradas de de ar, além da aplicação de uma tinta especial que reduz o rastreamento de radares.

Entre outras soluções tecnológicas, o caça chinês conta com sensores infravermelhos de busca e rastreamento, além de um sistema DAS, uma série de câmeras e antenas capazes de exibir visão 360º aos pilotos por meio de um display de 4K no cockpit. O DAS só existe no J-20 e no F-35.

Seu armamento fica armazenado em compartimentos internos para manter sua aerodinâmica e prevenir a detecção de radares.

O propósito exato para a criação do caça ainda é desconhecido, mas é esperado que seja uma aeronave de combate para longas distâncias.

Infográfico: condutta.com
Curta nossa página no Facebook

Publicidade
  • arrow