Motorola registra patente de tela de celular que conserta trincos sozinha

Fabricante aposta em polímero que pode se moldar com calor

Imagine a seguinte cena: seu celular escorrega do bolso e se espatifa no chão. Quando você o pega, sabe o que aconteceu: uma rachadura na tela. Você acessa o painel, abre um app e aquele trincado começa um processo de “cicatrização” e em pouco tempo está novinha. Parece ficção? Nem tanto, já que a Motorola acabou de registrar a patente para uma tela que pode consertar trincos sozinha.

Curta nossa página no Facebook

Vale lembrar que a patente registrada não significa que a tecnologia já está disponível. As desenvolvedoras se adiantam para ter no futuro controle sobre determinada ferramenta enquanto ainda realizam suas pesquisas e testes.

Neste caso, a Motorola registrou esta tela capaz de identificar trincos por meio de deu touchscreen, selecionar a área e aplicar uma onda de calor que repara o dano. O processo acontece a um polímero que pode ser moldado por meio do calor – tanto da tela quanto da mão do usuário – para consertar a parte quebrada.

Tecnologias similares à esta já também estão em desenvolvimento em áreas ligadas aos tecidos que conseguem se regenerar, por exemplo.

É claro que a maior parte deste assunto ainda é especulação nos sites segmentados, mas a patente mostra que há uma forte intenção da Motorola – e provavelmente de outras fabricantes também – de trabalhar nesta direção.

Leia mais:
Gemidão do Zap: saiba quem é a atriz pornô por trás da polêmica voz
Celular cai de avião, sobrevive à queda e confunde senhor
+ WhatsApp ou Facebook? Veja qual é o app mais usado pelos brasileiros

arrow