iPhone X: empresa cria máscara para enganar reconhecimento facial

Empresa de segurança criou máscara por US$ 150

A segurança envolvendo os sistemas de reconhecimento facial sempre é muito questionada. A empresa vietnamita Bkav, especializada em segurança virtual, fez um experimento para tentar burlar o bloqueio do iPhone X, novo smartphone da Apple. No vídeo, que você pode ver abaixo, um funcionário da empresa mostra a máscara criada por eles para fazer a identificação.

Leia mais:
+ Instagram Stories: 5 dicas “secretas” pra gravar seus vídeos
+ iPhone 7 atropela iPhone 8 e é celular mais vendido do trimestre
iPhone X: usuários já estão postando fotos de seus celulares destruídos

A peça foi criada usando uma impressora 3D, maquiagem e imagens 2D dos olhos e boca. O nariz foi feito de silicone. O custo total da máscara foi de US$ 150. “Líderes de nações ou de grandes empresas precisam se preocupar com essas questões. Eles carregam consigo aparelhos que valeriam a pena fazer esse tipo de procedimento. O usuário normal não seria alvo deste tipo de esquema, mas para os profissionais eles valeriam a pena”, explica o vídeo.

Assista: 

A Apple publicou um artigo há alguma semanas explicando o funcionamento do seu reconhecimento facial descrevendo todas as técnicas utilizadas. O texto diz inclusive que há métodos para evitar que o sistema seja corrompido com fotos e máscaras.

Durante a apresentação do iPhone X, o executivo Phil Schiller disse que os engenheiros da Apple trabalharam em conjunto com profissionais da maquiagem e desenvolvedores de máscaras para minimizar este tipo de conduta.

Curta nossa página no Facebook

arrow