Exército dos EUA usa corda para “pescar” drone de US$ 4 mi no ar; assista

Inovação permite que drone seja recuperado em locais sem pista de pouso

Este drone que você está vendo é o RQ-21 Blackjack, uma aeronave tática que não carrega armas e pertence a Marine Corps, dos Estados Unidos. Com diversas câmeras e sensores, ele é essencial para os militares captarem informações de territórios afastados e preparar suas estratégias. Embora efetuar seu lançamento seja mais fácil, eles tiveram que inventar uma maneira diferente para “pescar”o drone no ar.

Leia mais:
Força Aérea dos EUA usará avião brasileiro em combate
Coreia do Norte: veja quais aviões EUA e Japão usam para vigiar região
Força Aérea dos EUA promete teste com arma laser em 2018

No vídeo – a partir de 1min30 -, você verá o drone ser “catapultado”no ar e também o método para resgatá-lo. Parece algo quase medieval, afinal o aparelho custa US$ 4 milhões, mas é um sistema eficaz para evitar o uso de uma pista de pouso, fazendo com que o Blackjack possa ser usado em bases menores e missões sem essa estrutura.

O departamento de defesa dos EUA deu aos Marines US$ 89,2 milhões em 2017 para a compra de quatro sistemas Blackjack. Cada kit vem com cinco naves e duas estações de solo. Ele tem uma autonomia de voo de 16 horas.

Curta nossa página no Facebook

arrow