Eclipse: fotógrafo mostra estrago em câmera ao registrar o sol

Nunca tente fotografar o sol sem a proteção necessária!

Fãs de fenômenos da natureza só falam no eclipse solar que acontecerá nesta segunda-feira (21). Embora visível plenamente apenas nos Estados Unidos e parte da América Central, o assunto tomou conta das redes sociais. Como estamos na geração onde tudo se registra através de câmeras, também surgem dúvidas de como estes acontecimentos são registrados. Os funcionários da empresa Every Photo Store, em Iowa, nos Estados Unidos, quiseram mostrar quais os efeitos de você apontar sua câmera DSLR para o sol sem um filtro apropriado nas lentes.

Curta nossa página no Facebook

Neste experimento, eles colocaram a câmera em uma Canon 400mm f/2.8 IS II e deixaram o tempo de exposição de seis segundos. Neste curto período, os componentes da pobre câmera já começaram a derreter e sofrer com os fortes raios solares.

Ao desconectar o aparelho da lente já é possível ver a fumaça saindo de dentro dela. Provavelmente, seu caríssimo sensor sendo derretido. Ainda que o eclipse seja visto parcialmente no Brasil – moradores do norte de Minas Gerais até o norte do País sentirão o escurecimento do sol -, vale ressaltar para não se olhar diretamente para o sol e nem posicionar sua câmera para ele sem as devidas precauções.

Assista ao vídeo (em inglês):

Leia mais:
Motorola registra patente de tela de celular que conserta trincos sozinha
Uso de um certo emoji pode ter efeito negativo no trabalho; saiba qual é
+ Game of Thrones: série faz HBO quebrar recorde de lucro em app

arrow